MENSAGEM FALADA E CANTADA

Loading...

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

A SÍNDROME DO PAPAGAIO


Você já percebeu como as pessoas gostam de repetir o que os outros falam? Não vou lhe dizer que essa prática seja imprópria, mas é bom conferir tudo o que se ouve, para evitar situações constrangedoras... Na famosa igreja de Beréia, os cristãos recebiam de bom grado as pregações. Mas não as recebiam como verdades bíblicas sem antes conferir nas Escrituras (At 17:11).

Essa síndrome do papagaio pode ser verificada nos diversos versículos "novos" que alguns pregadores insistem em repetir. Já ouviram alguém, um dia, pronunciar um desses versículos e começar citá-los como verdade, sem, antes, ter o cuidado de confirmar a sua autenticidade bíblica?

Há alguns anos, tive o cuidado de reunir, com a ajuda de meus alunos do seminário teológico, várias "pérolas" que muitos repetem pensando que são versículos bíblicos... Você está curioso para conhecê-las? Quer saber se tem empregado alguma?

"A voz do povo é a voz de Deus"
Ouvi um pregador citando essa frase antibíblica e extrabíblica, oriunda do latim vox populi, vox Dei, como se fosse bíblica! Quando Jesus andou na terra, a opinião do povo a seu respeito era variada. Uns o consideravam pecador (Jo 9:16) ou endemoninhado (Mt 12:24), e outros criam que ele era um profeta (Mt 16:13,14). Enquanto isso, a voz de Deus ecoava: "Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo" (Mt 3:17). Como a voz do povo pode ser a voz de Deus?

"Água mole em pedra dura tanto bate até que fura"
Esse provérbio popular alude à persistência. Trata-se de um bom pensamento, mas extrabíblico! Conquanto não apareça nas páginas sagradas, realça o princípio da perseverança na oração (Mt 7:7,8; Lc 18:1-8). Isso, porém, não nos autoriza a citar a frase como se fosse um versículo inspirado da Palavra de Deus.

"Até 1000 irá; de 2000 não passará"
Essa frase já virou história... Muitos "profetas da última hora" a usaram para alertar acerca da iminente volta de Cristo, antes ou durante o ano 2000. Mas o que a Bíblia realmente diz acerca da vinda de Jesus? As palavras de Cristo quanto ao Arrebatamento da Igreja são mais do que claras: "... daquele dia e hora ninguém sabe..." (Mt 24:36). Leia também Atos 1:7, I Tessalonissenses 5:1 e II Pedro 3:8.

"Da semente da mulher levantarei um que esmagará a cabeça da serpente"
É comum ouvir pregadores citando essa frase como sendo a primeira promessa com relação à obra redentora de Jesus. Mas essa promessa não aparece nas Escrituras. Em Gênesis 3:15, Deus disse para Satanás, personificado em uma serpente: "E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar".
É importante observar que o texto bíblico não usa o verbo "esmagar" e sim "ferir". De acordo com a Palavra de Deus, o inimigo ainda não foi esmagado, isto é, derrotado por completo. Ele já está julgado (Jo 16:11), e, na cruz, Jesus o feriu (Cl 2:14,15). Entretanto, "... o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo de vossos pés" (Rm 16:20).

"Deus cegou os entendimentos dos incrédulos"
É sério! Ouvi um pregador dizendo isso... Mas não foi Deus quem cegou o entendimento dos incrédulos! A Bíblia diz: "... o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus" (II Co 4:4). Esse "deus" é o diabo, e não o Deus verdadeiro que ilumina os que estão em trevas (Jo 8:12; I Jo 1:7).

"Diga-me com quem tu andas, e eu te direi quem és"
Clássica, não? Quantos pregadores não usam esse versículo... Alguém já chegou a dizer acerca dele: "Não está na Bíblia? Então devia estar!" Bem, a Bíblia apresenta versículos parecidos, que podem ser usados em lugar da frase em questão: "O homem violento persuade o seu companheiro, e guia-o por caminho não bom" (Pv 16:29); "Não entres na vereda dos ímpios, nem andes pelo caminho dos maus. Evita-o, não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo" (Pv 4:13,14).

"É dando que se recebe"
Essa conhecida frase é extrabíblica, mas não chega a ser antibíblica. Ela confirma as palavras de Jesus em Lucas 6:38. Não deve, porém, ser usada como um versículo bíblico inspirado. O pregador só deve usar a frase "A Bíblia diz" quando for citar uma passagem sagrada. Caso contrário, deve deixar claro aos ouvintes que se trata apenas de uma boa frase.

"Esforça-te, e eu te ajudarei"
A expressão "Esforça-te" aparece 12 vezes na Bíblia, mas nunca acompanhada da frase "Eu te ajudarei". Observe: "Esforça-te, e tem bom ânimo" (Js 1:6,7,9,18; I Cr 22:13; 28:20); "Esforça-te, e esforcemo-nos" (I Cr 19:13); "Esforça-te, e faze a obra" (I Cr 28:10); "Esforça-te, e clama" (Gl 4:27). No plural, ela aparece oito vezes, sem o complemento citado (Nm 13:20; Js 10:25; 23:6; I Sm 4:9; 13:28; II Cr 15:7; Sl 31:24; Ag 2:4). Apesar disso, não há dúvida de que o Senhor ajuda os que se esforçam.

"Eu venci o mundo, e vós vencereis"
É claro que através da vitória de Cristo todos os seus seguidores autênticos, nascidos de Deus (1 Jo 5:4), se tornam mais do que vencedores (Rm 8:37). Não obstante, as palavras de Jesus ditas em João 16:33 foram apenas: "Tenho-vos dito isto para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo". O complemento "e vós vencereis" é um acréscimo às palavras do Mestre, prática que ele mesmo proibiu (Ap 22:18).

"Fazei o bem sem olhar a quem"
Essa frase é uma distorção de Gálatas 6:10: "Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé". O cristão deve fazer o bem, pois ele tem a bondade, um dos elementos do fruto do Espírito (Gl 5:22). Mas fazer o bem "de olhos fechados" pode ser perigoso.
Existem muitos vigaristas dizendo-se missionários ou pastores. Eles sempre contam casos tristes para aplicar os seus golpes, e os irmãos bondosos, por não olharem a quem estão ajudando, acabam sendo lesados. Cabe-nos ajudar as pessoas comprovadamente necessitadas: "Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra" (Dt 15:11).

"Jesus é o Médico dos médicos"
Certos pregadores afirmam: "A Bíblia diz que Jesus é o Médico dos médicos". Nas Escrituras, não existe esta menção. Jesus é chamado de Senhor dos senhores e Rei dos reis (Ap 17:14). Em nenhum lugar ele é chamado de Médico dos médicos. A expressão hebraica que demonstra o seu poder de curar os enfermos é "Yahweh-Roph´eka", que significa "O Senhor que te sara", também traduzida como: "O Senhor, teu Médico" (Êx 15:26).

"Mente vazia é oficina do diabo"
De fato, a pessoa que não ocupa a sua mente com as "coisas que são de cima" (Cl 3:1,2) acaba ficando vulnerável aos ataques do adversário. Como ser espiritual, ele tem influência sobre a mente dos incrédulos (2 Co 4:4; Ef 6:17). Segue-se que a frase é apenas apropriada para ilustrar o papel do diabo como tentador, não devendo ser usada com um versículo sagrado.

"Não cai uma folha de uma árvore sem a vontade de Deus"
A Bíblia mostra claramente que Deus é o Controlador da natureza. Em Isaías 40:12-31, vemos como ele tem o Universo em sua mão e faz o que lhe apraz. Apesar disso, a frase em questão não é um versículo bíblico!

"O amor encobre uma multidão de pecados"
Essa frase possui um acréscimo sutil, capaz de torcer a mensagem bíblica. Encobrir significa esconder, ocultar. E, de acordo com a Bíblia, "O que encobre as suas transgressões, nunca prosperará" (Pv 28:13). É preciso atentar para o que realmente as Escrituras dizem: "... a caridade cobrirá uma multidão de pecados" (I Pe 4:8).
Dentro do contexto bíblico, cobrir significa perdoar. E a diferença entre cobrir e encobrir pecados é vista principalmente no Salmo 32: "Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto" (v. 1); "Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri" (v. 5).

"O cair é do homem, mas o levantar é de Deus"
É comum o uso dessa frase para animar irmãos que fracassam na fé. Quem a usa, tenta demonstrar que a pessoa caída não precisa se preocupar. Deus a levantará em tempo oportuno. Entretanto, se o homem não tomar uma posição, levantando-se, tal como o filho pródigo, Deus não o socorrerá (Lc 15:17-24).
O texto de Tiago 4:8 mostra que o primeiro passo deve ser dado pelo homem. A Bíblia não diz: "Quando Deus se chegar a ti, chega-te para ele". O homem precisa querer, desejar se chegar a Deus. Em toda a Escritura, observa-se que Deus convida o homem a se levantar, pois o cair é do homem, e o levantar também é do homem (Pv 24:16; Ef 5:14)!

"O dinheiro é a raiz de todos os males"
Às vezes, por não lerem a Bíblia com atenção, alguns pregadores caem no erro de omitir parte dos versículos bíblicos, gerando confusão. O dinheiro é importante e precisamos dele para a nossa manutenção. O errado é pôr o coração nele (Mt 6:19-21). É por esse motivo que Paulo não condenou o dinheiro, mas sim a ganância e a avareza: "Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores" (I Tm 6:10).

"O pouco com Deus é muito"
Há pregadores citando essa frase como se fosse bíblica. É verdade que a matemática de Deus é diferente, pois quanto mais se tira tanto mais é acrescentado (Pv 11:24). Todavia, conquanto a frase em questão seja correta, ela não está registrada no Livro Sagrado.

"Os viciados não herdarão o reino de Deus"
A palavra "viciado" se aplica à pessoa que possui qualquer tipo de vício (do latim vitiu, tendência habitual para o mal). Mas a Bíblia não condena de forma explícita os viciados, como ocorre neste pseudo-versículo bíblico. Alguém poderá perguntar: "Se a Bíblia não condena especificamente o cigarro ou algum tipo de droga, eu tenho permissão para usá-los?"
Quando o cânon do Novo Testamento foi encerrado, ainda não havia o cigarro nem as drogas conhecidas hoje, não havendo razão para os escritores neotestamentários condená-los de modo específico. Contudo, está claro nas páginas sagradas que os que destroem o corpo, independentemente da maneira como o fazem, não herdarão o reino de Deus (I Co 6:10-20; Gl 5:19-21). Ademais, Zofar alertou: "Porque ele [Deus] conhece os homens vãos, e vê o vício; e não o terá em consideração?", Jó 11:11.

"Quem com ferro fere, com ferro será ferido"
Essa frase, empregada para enfatizar a justiça de Deus, não está registrada na Bíblia Sagrada. É uma deturpação das palavras de Jesus ditas a Pedro, em Mateus 26:52: "Mete no seu lugar a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada à espada morrerão".

"Quem dá aos pobres, empresta a Deus"
Usada principalmente pelos católicos romanos, essa frase já está nos lábios de alguns cristãos. Todavia, o versículo bíblico que mais se aproxima de tal afirmação é Provérbios 19:17: "Ao Senhor empresta o que se compadece do pobre, e ele lhe pagará o seu benefício". Alguém dirá: "Mas não é a mesma coisa?" Não! Pois o versículo bíblico possui o selo da inspiração!

"Quem não vem pelo amor, vem pela dor"
É verdade que muitas pessoas, depois de passarem por uma dolorosa experiência, entendem a vontade de Deus (Dn 4:30-37; At 9). Entretanto, isso não é uma regra. Existem pessoas que nem mesmo pela dor se arrependem. Por isso, a Palavra de Deus alerta: "O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, será quebrantado de repente sem que haja cura" (Pv 29:1).

"Vem a mim como estás"
Jesus recebe o pecador arrependido na condição em que está. Todavia, a frase em questão não está registrada nos Evangelhos, apesar de ser usada com freqüência por muitos pregadores. Em seu lugar, pode-se usar um versículo bíblico autêntico, como Mateus 11:28: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei".
Portanto, não seja como o papagaio, que repete, repete, repete... Seja como os bereanos, que examinavam nas Escrituras tudo o que ouviam. Afinal, a própria Bíblia Sagrada diz: "Examinai tudo. Retende o bem" (I Ts 5:21).


Autor: Pr. Ciro Sanches Zibordi

segunda-feira, 16 de maio de 2016

QUEM SOU EU, QUEM É VOCÊ?

Diante do que disseram alguns autores, que são referência no mundo da filosofia, da psique e da própria Bíblia Sagrada, mas também, baseado nos meus momentos de solilóquio, fico matutando sobre o indivíduo que penso que sou, ou mesmo que as pessoas me dizem de alguma forma que sou.

Talvez você esteja no mesmo estado de incerteza, ou vai ficar após ler as frases que transcreverei abaixo. E, a pergunta que podemos fazer é: O que posso fazer para conhecer, verdadeiramente, quem sou?

Não precisamos nos afligir, pois alguém que nos conhece como somos integralmente tem a resposta, que iremos conhecer a seguir às frases que você vai conhecer, abaixo!

“Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais; somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos, os impulsos a que cedemos, sem querer” (Sigmund Freud).
“Penso onde não sou; portanto, sou onde não me penso” (Jacques Lacan).
“Todo o meu saber consistem em saber que nada sei” (Sócrates).
“Por favor, diga-me quem você é e o que você quer. E se você pensa que estas são questões simples, tenha em mente que a maioria das pessoas vivem suas vidas inteiras sem chegar a uma resposta” (Gary Zukav).
“Poucos são aqueles que veem com seus próprios olhos e sentem com seus próprios corações” (Albert Einstein).
“Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está.
Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico.” (São Paulo na carta aos Romanos Cap. 7, versos 18 e 19).
“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?” (Jeremias Cap. 17, verso 9).
Poderia, ainda relacionar mais citações sobre nosso problema, mas bastam estas.
Agora a solução de alguém, que tem o remédio certo: NASCER DE NOVO!!!
Leia todo texto abaixo,  e se creres terás uma nova vida sabendo quem você é, e melhor ainda, qual o seu destino!
“Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.
Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.
Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo.
O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.
Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode ser isto?
Respondeu-lhe Jesus: Tu és mestre em Israel, e não entendes estas coisas?
Em verdade, em verdade te digo que nós dizemos o que sabemos e testemunhamos o que temos visto; e não aceitais o nosso testemunho!
Se vos falei de coisas terrestres, e não credes, como crereis, se vos falar das celestiais?
Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem.
E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado;
para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna.
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
E o julgamento é este: A luz veio ao mundo, e os homens amaram antes as trevas que a luz, porque as suas obras eram más.
Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas.
Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que seja manifesto que as suas obras são feitas em Deus.

(Palavras de Jesus Cristo registradas por São João Cap. 3, versos 1 a 21)
Pr. Abrahão de Faria Rocha

sexta-feira, 15 de abril de 2016

PRECISAMOS DE LIBERTAÇÃO!

O ser humano ao nascer traz consigo o vírus do pecado. O Salmo 51:5 diz que nascemos iníquos, pecadores. Isso ocorre desde o dia em que o pecado entrou na vida do homem, desde que o homem foi expulso do Éden.

Então precisamos de um libertador! Não somos capazes de, por nós mesmos, nos livrarmos do pecado. Todos pecamos e destituídos estamos da glória de Deus diz a Bíblia em Romanos 3: 23.

Agora quero lhes dizer, que a situação fica ainda pior, por que existem três forças terríveis tramando contra nós, para que se cumpra a sentença de morte que paira sobre nós. São elas: Satanás, o Mundo e a nossa Carne.

Satanás, como sabemos é um ser invisível, pois é um espírito incorpóreo, e tem poderes superiores aos seres humanos. É inimigo de Deus e quer, inexoravelmente, destruir as obras da criação de Deus, dais quais somos uma delas.

Mundo (significando prazeres materiais), é tudo que acontece na sociedade na qual vivemos e, que não respeita o padrão de Deus. Como exemplo podemos citar a lista  de Gálatas 5 : 19, 20 e 21 "a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias", e coisas semelhantes a estas.

Carne, essa talvez seja a mais difícil, por que é dominada pelo nosso ego. Nós temos grandes dificuldades em reconhecer os nossos defeitos. Achamos sempre que a razão está conosco. Por isso, muitas vezes não escutamos outras verdades, que não sejam as nossas! Aliás, pensamos sempre que verdade mesmo só a nossa. Aí, queremos desfrutar daquilo que o mundo, citado acima, nos oferece.

Bem, mas acontece que existem outras três forças, que não são apenas forças, mas PODER, que querem ver a nossa vida liberta da escravidão do pecado e, que podemos ter acesso a Eles, se assim desejarmos. Trata-se da Trindade Santa: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

Deus Pai, é o Criador e Sustentador do universo, e também o Sumo Juiz, que ao sermos defendidos pelo imbatível advogado (Jesus Cristo), recebemos Dele, a sentença para a liberdade.

Deus Filho, é aquele conhecido pelo nome de Jesus Cristo, que veio a este mundo há 2000 mil anos atrás, aproximadamente, morreu a morte de cruz, ressuscitou, e recebeu o direito de ser o advogado de todos que assim o desejarem. Observação: nunca perdeu uma causa e nunca perderá. Veja:  1 João 2 :1. Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

Espírito Santo, é o Deus presente na vida de todos os que crerem. Ele nos ensina, precisamos ouvir sua voz e aprender com Ele. Ele nos consola, quando sofremos perdas e em situações que nos entristecem.
Quem quiser ser feliz é só entregar sua vida ao libertador: Jesus Cristo o Senhor!

Pr. Abrahão de Faria Rocha

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Astrofísica atéia se converte a Cristo; “Eu percebi que existe uma ordem no Universo”.

Astrofísica atéia se converte a Cristo; “Eu percebi que existe uma ordem no Universo”.

Por: Helio Medeiros
Repercutiu em sites de todo o planeta, recentemente, o testemunho de pesquisadora do Departamento de Astronomia da Universidade do Texas e professora de Astrofísica na Universidade Southwestern. A incrível história de Sarah Salviander e sua conversão a Cristo começa com os seus estudos científicos e culmina com a morte da filha. Vale a pena investir cinco minutos em ler o depoimento dela.
Eu nasci nos Estados Unidos e fui criada no Canadá. Meus pais eram ateus, embora preferissem se definir como ‘agnósticos’. Eles eram carinhosos e mantinham uma ótima conduta moral, mas a religião não teve papel nenhum na minha infância”.
“O Canadá já era um país pós-cristão. Olhando em retrospectiva, é incrível que, nos primeiros 25 anos da minha vida, eu só conheci três pessoas que se identificaram como cristãs. A minha visão do cristianismo era intensamente negativa. Hoje, olhando para trás, eu percebo que foi uma absorção inconsciente dessa hostilidade geral que existe no Canadá e na Europa em relação ao cristianismo. Eu não sabia nada do cristianismo, mas achava que ele tornava as pessoas fracas e tolas, filosoficamente banais”.
Aos 25 anos, quando abraçava a filosofia racionalista de Ayn Rand, Sarah entrou em uma universidade dos EUA: “Entrei no curso de Física da Eastern Oregon University e percebi logo a secura e a esterilidade do objetivismo racionalista, incapaz de responder às grandes questões: qual é o propósito da vida? De onde foi que viemos? Por que estamos aqui? O que acontece quando morremos? Eu notei também que esse racionalismo sofria de uma incoerência interna: toda a sua atenção se volta para a verdade objetiva, mas sem apresentar uma fonte para a verdade. E, embora se dissessem focados em desfrutar a vida, os objetivistas racionalistas não pareciam sentir alegria alguma. Pelo contrário: estavam ferozmente preocupados em se manter independentes de qualquer pressão externa”.
A atenção da jovem se voltou completamente ao estudo da física e da matemática.
“Entrei nos clubes universitários, comecei a fazer amigos, e, pela primeira vez na minha vida, conheci cristãos. Eles não eram como os racionalistas: eram alegres, felizes e inteligentes, muito inteligentes. Fiquei de boca aberta ao descobrir que os meus professores de física, a quem eu admirava muito, eram cristãos. O exemplo pessoal deles começou a me influenciar e eu me via cada vez menos hostil ao cristianismo. No verão, depois do meu segundo ano, participei de um estágio de pesquisa na Universidade da Califórnia, num grupo do Centro de Astrofísica e Ciências Espaciais que estudava as evidências do Big Bang. Era incrível procurar a resposta para a pergunta sobre o nascimento do Universo. Aquilo me fez pensar na observação de Einstein de que a coisa mais incompreensível a respeito do mundo é que o mundo é compreensível. Foi aí que eu comecei a perceber uma ordem subjacente ao universo. Sem saber, ia despertando em mim o que Salmo 19 diz com tanta clareza: ‘Os céus proclamam a glória de Deus; o firmamento anuncia a obra das suas mãos’”.
Depois desse insight, a razão de Sarah foi gradualmente se abrindo ao Mistério:
“Comecei a perceber que o conceito de Deus e da religião não eram tão filosoficamente banais como eu pensava que fossem. Durante o meu último ano, conheci um estudante finlandês de ciências da computação. Um homem de força, honra e profunda integridade, que, assim como eu, tinha crescido como ateu num país laico, mas que acabou abraçando Jesus Cristo como o seu Salvador pessoal, aos 20 anos de idade, graças a uma experiência particular muito intensa. Nós nos apaixonamos e nos casamos. De alguma forma, mesmo não sendo religiosa, eu achava reconfortante me casar com um cristão. Terminei a minha formação em física e matemática naquele mesmo ano e, pouco tempo depois, comecei a dar aulas de astrofísica na Universidade do Texas em Austin”.
A penúltima etapa da jornada de Sarah foi a descoberta, também casual, de um livro de Gerald Schroeder:
“The Science of God” [“A Ciência de Deus”]. “Fiquei intrigada com o título e alguma coisa me levou a lê-lo, talvez o anseio por uma conexão mais profunda com Deus. Tudo o que sei é que aquilo que eu li mudou a minha vida para sempre. O Dr. Schroeder é físico do MIT e teólogo. Eu notei então que, incrivelmente, por trás da linguagem metafórica, a Bíblia e a ciência estão em completo acordo. Também li os Evangelhos e achei a pessoa de Jesus Cristo extremamente convincente; me senti como quando Einstein disse que ficou ‘fascinado com a figura luminosa do Nazareno’. Mesmo com tudo isso, apesar de reconhecer a verdade e de estar intelectualmente segura quanto a ela, eu ainda não estava convencida de coração”.
O encontro decisivo com o cristianismo aconteceu há apenas dois anos, depois de um acontecimento dramático: “Eu fui diagnosticada com câncer. Não muito tempo depois, meu marido teve meningite e encefalite; ele se curou, felizmente, mas levou certo tempo. A nossa filhinha Ellinor tinha cerca de seis meses quando descobrimos que ela sofria de trissomia 18, uma anomalia cromossômica fatal. Ellinor morreu pouco depois. Foi a perda mais devastadora da nossa vida. Eu caí nas mãos do desespero até que tive, lucidamente, uma visão da nossa filha nos braços amorosos do Pai celestial: foi só então que eu encontrei a paz. Depois de todas essas provações, o meu marido e eu não só ficamos ainda mais unidos, como também mais próximos de Deus. A minha fé já era real. Eu não sei como teria passado por essas provações se tivesse continuado ateia. Quando você tem 20 anos, boa saúde e a família por perto, você se sente imortal. Mas chega um momento em que a sensação de imortalidade evapora e você se vê forçada a enfrentar a inevitabilidade da própria morte e da morte das pessoas mais queridas”.
“Eu amo a minha carreira de astrofísica. Não consigo pensar em nada melhor do que estudar o funcionamento do universo e me dou conta, agora, de que a atração que eu sempre senti pelo espaço não era nada mais do que um intenso desejo de me conectar com Deus. Eu nunca vou me esquecer de um estudante que, pouco tempo depois da minha conversão, me perguntou se era possível ser cientista e acreditar em Deus. Eu disse que sim, claro que sim. Vi que ele ficou visivelmente aliviado. Ele me contou que outro professor tinha respondido que não. Eu me perguntei quantos outros jovens estavam diante de questões semelhantes e decidi, naquela hora, que iria ajudar os que estivessem lutando com esses questionamentos. Eu sei que vai ser uma jornada difícil, mas o significado do sacrifício de Jesus não deixa dúvidas quanto ao que eu tenho que fazer”.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

I SIMPÓSIO ECLESIÁSTICO. - UIECB


 
UNIÃO DAS IGREJAS EVANGÉLICAS CONGREGACIONAIS DO BRASIL
  Rua Visconde de Inhaúma,134 – 19 – Edifício Paraná - Centro - CEP. 20091-901
      Rio de Janeiro - RJ – Telefax: (021) 2203.8850/56    C.N.P.J. 33.997.297/0001-60
DEPARTAMENTO
DE ATIVIDADES MINISTERIAIS



1º SIMPÓSIO ECLESIÁSTICO
LOCAL: HOTEL VITÓRIA GUARDEN
Endereço: Estr. Teresópolis Friburgo, s/n - Venda Nova, Teresópolis - RJ, 25976-970
Telefone:(21) 3641-8939
PERÍODO: 28 A 30/04/2016
PALESTRANTE: PR. ALBERT FRIGS- Psicólogo
TEMAS
Sindrome de Burnoult
Familia Pastoral
Outros
PÚBLICO ALVO: Pastores e esposas
INVESTIMENTO: R$ 300.00 POR PARTICIPANTE
PAGOS EM DUAS VEZES MEDIANTE DEPÓSITO
BANCO BRADESCO – AG: 0436-7- C/C 358763-6
Favor apresentar os comprovantes no hotel

               FICHA DE INSCRIÇÃO

Nome: ______________________________________________
Esposa: _____________________________________________

Endereço: ___________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________








NOSSO GRANDE IDEAL:
“Pelo que, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; pelo contrário, rejeitamos  as  cousas que, por  vergonhosas, se ocultam, não andando com astúcia, nem adulterando a palavra de Deus; antes, nos recomendamos à consciência de todo homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade”.  2 Co 4: 1 e 2

segunda-feira, 28 de março de 2016

UM PEREGRINO NA TERRA!

Um Peregrino na Terra!

"Conhece-te a ti mesmo". Essa frase continua ecoando a cerca de 2400 anos e, os homens continuam sem distinguir o caminho a percorrer, para alcançar o autoconhecimento! Por isso, as pessoas sofrem tanto!

Fernando Pessoa faz uma magnífica alegoria poética ao criar os versos abaixo, para indicar onde se esconde o verdadeiro eu.

A psicanálise mostra por meio de teoria e prática, que o ser humano conhece muitíssimo pouco de si mesmo. A maior parte do que somos dela nada sabemos e, o que é pior, nesse lugar inconsciente estão guardados "a sete chaves" os motivos do nosso sofrer.

O Mestre dos mestres nos diz, que precisamos nascer de novo! (Jo. 3:3). Disse mais, que aqueles que nascerem de novo serão como o vento! (Jo.3:8). Em outras palavras: esta pessoa nascida do Espírito ninguém segura! Nesse caso, certamente, saberás quem tu és! Ainda tem mais! O Mestre disse que não somos desse mundo! (Jo.17:16). É isso mesmo, e sem sermos ET,s. Te liga nessa!!!
Eu sou um PEREGRINO na terra!


“Eros e Psique”

Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
Do além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa adormecida,
Se espera, dormindo espera.
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado.
Ele dela é ignorado.
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino -
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E, vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora.

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão , e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

Fernando Pessoa

sexta-feira, 4 de março de 2016

O DESAFIO DE SEGUIR A JESUS

O desafio de seguir a Cristo
Texto-base: Jo.6:35-37,66-68
Introdução: Vida cristã não é uma filosofia. É andar com Jesus. É seguir a Jesus. Quem segue não escolhe a direção a ser tomada.
Pergunta-chave: Até onde você está disposto a seguir a Cristo ?
Vamos traçar um paralelo entre a vida cristã e o caminho de Israel entre o Egito e Canaã
1 – O início da caminhada: Conversão (encontro, libertação do Egito, primeiro amor).
Em destaque: as bençãos – Os israelitas se enriqueceram com ouro e prata (Ex.12:35)
Nesse ponto, Miriã dançou e cantou. Seguir a Cristo no momento da benção é muito fácil.
2 – O meio do caminho: Deserto – Provação, renúncia, benção sob medida (maná).
Tempo de vencer ao diabo e vencer a si mesmo. Nesse ponto, Miriã se rebelou contra Moisés. Seu motivo para seguir Jesus será testado : pão terreno ou pão celestial ? (Hab.3:17-18). Você seguiria a Jesus sem bençãos ? Pode parecer absurdo. (Exemplos: teste do jovem rico e de Jó). Mt. 19:16-22 VIDA ETERNA!
2.1 – Perspectiva incorreta sobre o cristianismo. Expectativas ilusórias: esperar apenas o que é agradável.
Mat.13:20-21 – a semente entre as pedras (ofensa) – O convertido que não contava com tribulações (Teologia da Prosperidade). O objetivo do ser humano é apenas o bem-estar, conforto e felicidade. É o ter. Focalizamos o que é passageiro.
2.2. – A perspectiva correta: A visão de Deus é, sobretudo, a formação do caráter cristão em nós. É o ser. Focaliza o eterno. A maior experiência do cego de Jericó não foi enxergar, mas encontrar Jesus. Mt. 20:29-34
3 – O alvo e os obstáculos: Quem segue Jesus quer ir para onde ele vai. Jesus vai para junto do Pai. Vai para o céu, mas no caminho existe uma cruz. Você ainda quer segui-lo ?
Queremos reinar com Cristo. Podemos beber o cálice que ele bebeu ? (Mc.10:35-40)
Salmo 23:4 – Seguindo a Jesus no vale da sombra da morte.
Quem perder a sua vida por amor de Cristo acha-la-á. (Mt.16:25).
Os discípulos enfrentaram até mesmo a morte física.
4 – A chegada – A Canaã celestial para quem seguir a Cristo até o fim.
Miriã não entrou em Canaã.
Mat.12:29 – A recompensa
Na Nova Jerusalém não haverá provações (Ap.21:1-5), mas, por enquanto, precisamos suportá-las.
Conclusão: Jesus não dispensa seus seguidores. Ele nos ouve, nos perdoa e nos aceita. O problema é que muitos seguidores desistem, desviam do caminho. Escolha caminhar com Jesus.
______________________________