MENSAGEM FALADA E CANTADA

Loading...

segunda-feira, 28 de março de 2016

UM PEREGRINO NA TERRA!

Um Peregrino na Terra!

"Conhece-te a ti mesmo". Essa frase continua ecoando a cerca de 2400 anos e, os homens continuam sem distinguir o caminho a percorrer, para alcançar o autoconhecimento! Por isso, as pessoas sofrem tanto!

Fernando Pessoa faz uma magnífica alegoria poética ao criar os versos abaixo, para indicar onde se esconde o verdadeiro eu.

A psicanálise mostra por meio de teoria e prática, que o ser humano conhece muitíssimo pouco de si mesmo. A maior parte do que somos dela nada sabemos e, o que é pior, nesse lugar inconsciente estão guardados "a sete chaves" os motivos do nosso sofrer.

O Mestre dos mestres nos diz, que precisamos nascer de novo! (Jo. 3:3). Disse mais, que aqueles que nascerem de novo serão como o vento! (Jo.3:8). Em outras palavras: esta pessoa nascida do Espírito ninguém segura! Nesse caso, certamente, saberás quem tu és! Ainda tem mais! O Mestre disse que não somos desse mundo! (Jo.17:16). É isso mesmo, e sem sermos ET,s. Te liga nessa!!!
Eu sou um PEREGRINO na terra!


“Eros e Psique”

Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
Do além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa adormecida,
Se espera, dormindo espera.
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado.
Ele dela é ignorado.
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino -
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E, vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora.

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão , e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

Fernando Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário